sexta-feira, 19 de junho de 2015

Intolerância religiosa e social, o absurdo dos absurdos!





Quem sempre acompanhou o  Blog sabe que gosto de fazer perguntas, e considero o fato de que saber quais as perguntas devem ser feitas, o mais importante é saber  as respostas para essas perguntas, embora não saibamos todas as respostas. Pensei em começar esse texto com a seguinte pergunta: "o quê  está acontecendo com a humanidade?" Entretanto me dei conta de que já fiz essa pergunta inúmeras vezes, e mais: todos nós sabemos muito bem o que está acontecendo com a humanidade. Também já disse aqui, inúmeras vezes que a humanidade está caminhando por vias da violência e dos desafetos porque as pessoas e as famílias se afastaram de Deus. Apesar de haver alguma verdade nisso, quero desdizer essa fala, e fazer algumas ressalvas:
1) Conheço ateus e agnósticos, que são pessoas maravilhosas, cheias de amor e de respeito pelo ser humano e pela vida;
2) Conheço homossexuais e usuários de drogas sem vinculos com nenhuma espécie de religião, que são muito mais espiritualizados que muita gente que vive dentro das igrejas, orando, e que andam com a famosa "rapadura" nas mãos;
3) Conheço pseudos e supostos cristãos que não são referência para nada e para ninguém. Muitos "cristãos" que conheço, comparados àqueles que eles discriminam e excluem com discursos religiosamente doentios, alegando questões de sexualidades e questões religiosas (porque estão citadas na bíblia) cujas sandálias em seus pés, muitos não são dígnos de desatar.

Quanto mais a humanidade avança em conhecimento acadêmico, científico e tecnológico pior vão ficando. O conhecimento e o desenvolvimento estão viajando tão rapidamente (poderiamos exageradamente dizer que à velocidade da luz), enquanto a humanidade está retrocedendo à idade das trevas. Católicos e evangélicos são rivais doutrinários. Os primeiros acusam os seus "irmãozinhos separados" de hereges, que em contra partida os acusam de idólatras, mas que se unem na contra mão do respeito, do amor ao próximo e da liberdade indivudual para    rechaçar os homossexuais e tolher os seus direitos enquanto seres humanos, indivíduos e cidadãos que pagam os seus impostos como outra pessoa qualquer, porque "a bíblia diz que eles não herdarão o reino dos céus." Ontem mesmo li em um  post no Facebook de uma pessoa amiga, algo mais ou menos assim: "À Deus cabe julgar. Ao Espírito Santo, a reconciliação, e nós só temos que amar". E a pessoa, sábiamente escreveu no status do seu post: "Nós ficamos com a parte mais fácil". Então comentei: "E infelizmente nós escolhemos o ódio"

Odiar! É isso que a humanidade tem feito ao longo dos séculos, com ou sem Deus, com ou sem Cristo, com ou sem religião, com a educação e sem a educação. Concordo que, quanto mais afastados desses elementos algumas  pessoas estiverem, pior ficarão. Mas ainda nos assustamos quando vemos uma menina de 11 anos de idade ser apedrejada porque foi à uma Festa no Camdomblé. Mas não é somente isso... Tal atitude nefasta e fanática, causa indignação nos corações e mentes capazes de amar, respeitar e solidarizar-se com os outros seres humanos. Esse ato impiedoso, desrespeitoso, energumeno e infame, é tão cruel e doentio quanto os atos terroristas que o Estado Islâmico pratica, degolando jornalistas e crianças cristãs no oriente. E é tão inaceitável quanto!

Tem muita coisa errada e ruim acontecendo debaixo do nossos narizes e das nossas barbas, na sociedade, no governo, nas igrejas, no mundo, no Congresso Nacional Brasileiro..., É a bancada evangélica que se envolve em corrupção, são pastores* roubando as ovelhas, pastores* abusando sexualmente de crianças, é Jair Bolsonaro e Marco Feliciano com as suas miseráveis homofobias, são os parlamentares que mesmo que tenham diferenças ideológicas entre si, juntam-se em força política para aprovar leis que os benficiam e  prejudicam o povo, é o PT e seus asseclas expoliando a nação brasileira, são os evangélicos apedrejando igrejas que defendem os direitos dos homossexuais, destruindo Centros Umbandistas, e Terreiros de Camdomblé, assim como os nazistas, que queimavam as Sinagogas Judaicas na Alemanha, e nos territórios dominados, para instituir as suas guerras sujas e miseráveis, que acabou por exterminar mais de seis milhões de judeus. 

Cristo também sofreu as consequências da violência, da intolerância, e da maldade humana na própria carne!

Não podemos ser tolerantes com nenhum tipo de intolerância!
Também não podemos tolelar as fraudes e a falta de ética do governo e das igrejas, e dos líderes políticos e religiosos, muito menos, devemos nós, aceitarmos a violênca e aintolerância, e a corrupção de qualquer outro ser humamo. Não podemos mais ser tolerantes com a violência na sociedade! Bandidos, "de menor" ou não, precisam ficar bem presos dentro das cadeias!

Quanto à intolerância religiosa, em minha parca opinão, o que está acontecendo com a humanidade é o retrocesso à selvageria, causada muitas vezes pelo orgulho e a prepotência equivocada da "SALVAÇÃO".

*Bispos, Presbíteros, Sacerdotes (Pastores)
Editado e atualizado as 18:21, em Quarta Feira, 24 de Junho de 2015, por Austri Junior  
2ª Edição e atualização as 20:22, em Quinta Feira, 25 de Junho de 2015, poe Austri Junior

Nenhum comentário: